ACIRS
Boa tarde, hoje é dia 21/10 e são

Sala de Imprensa: Notícias 16/05/2018

Ampliar/Diminuir Texto Imprimir Notícia

Entidades e setores ligados à construção civil discutem sobre a simplificação da análise de projetos em RSL

Os profissionais afirmam que Rio do Sul está se tornando uma cidade sem novas construções devido ao tramite para a aprovação dos projetos ser muito burocrático


Foto: ACIRS

Com o objetivo de chamar a atenção dos vereadores da capital do Alto Vale sobre a importância da aprovação do projeto de análise da simplificação de projetos no município, aconteceu na tarde desta quarta-feira, 16, uma reunião na ACIRS. Diversas entidades e setores ligados ao segmento da construção civil participaram da reunião e explanaram sobre a necessidade da aprovação do projeto para o desenvolvimento e crescimento de Rio do Sul.

Uma das alegações feitas pelos presentes é o fato de existir uma comissão municipal permanente que analisa questões que não estão claramente dispostas em lei. “Essa comissão se reúne para suprir dúvidas a respeito de projetos que chegam ao setor de planejamento e que determinam uma análise específica. Ocorre que o jeito como essa análise vem sendo realizada nos últimos anos está excedendo os seus limites e provocando insatisfações”, comenta o vereador, Marcos Zanella.

Os presentes na reunião passaram a insatisfação e preocupação com o trabalho desenvolvido pela comissão que afeta diretamente o projeto de simplificação da análise de projetos que está em aprovação no município. Com a demora para a aprovação, muitas empresas do segmento estão deixando de investir em Rio do Sul, o que provoca um impacto na economia.

Segundo o presidente da Associação Empresarial de Rio do Sul (ACIRS) Amandio João da Silva Júnior, por meio da reunião as entidades e demais profissionais ligados à construção civil buscaram chamar a atenção dos vereadores sobre a celeridade em aprovar o projeto da simplificação. “Estamos vivendo um momento de estagnação em razão da exagerada burocracia e assim desestimulando os investimentos no segmento”, comenta.

Se aprovada, a proposta de alteração na Lei complementar 163/2006 do plano diretor, irá diminuir a burocracia de alguns processos. O projeto consiste em fazer com que apenas o que interfere no sentido de coletividade seja analisado. O que se refere ao interior da residência ficará de responsabilidade do dono do estabelecimento.

Segundo o coordenador do Núcleo de Arquitetos da ACIRS, Ramon Testoni, além da aprovação o Núcleo busca que a lei da simplificação se estabeleça conforme foi apresentada em audiência pública. Além disso, que durante o processo seja presado a transparência e a ética.

Mais Fotos: Clique aqui para abrir a galeria

Voltar


Balanço de ações sociais

quantos somos:
638
associados
Junte-se a Nós
Associe-se!
Endereço Rua XV de Novembro, 73
Térreo, Centro - 89160-033
RIO DO SUL / SC

Contato Telefone: (47) 3531-0500
E-Mail: acirs@acirs.com.br
Newsletter Fique por dentro de tudo
que acontece na ACIRS.

Todos os direitos reservados - ACIRS - 2014 - WLive!